14/07/10

São 22h30, em casa todos dormem, e não me apetece ir ver o House

Estava tão fofo há coisa de 15 minutos,
que fosse eu estar no corpo de uma
mulher há coisa de 15 minutos, e me
visse tão fofo, não me escapava.


Ando pensativo desde ontem acerca da
prisão em que a humanidade se encontra,
ao ter de viver num mundo como as coisas são.
Porque, se a linha do horizonte, de repente,
vira-se o contrário, deixaria de haver
sentido... e onde começava o início
e o fim, o cimo e o baixo, se a linha
do horizonte ficasse na vertical?
E que sentido haveria em chamar-lhe
linha do horizonte, se olhamos de cima para baixo???

E começávamos a andar oblíquos, a água do mar
começaria a escorrer, e as partes baixas, quase
que de repente, passariam a partes laterais.