17/01/11

I'm Hot without the 'H' (ou Bettencourt e a podridão de Alvalade XXI)

Estava eu, vindo de pôr o lixo, subindo o último rol de escadas de 
corrimão de retorno ao prédio onde habilmente habito, e fico imobilizado, 
por um daqueles pensamentos que ocasional e inconscientemente se têm, 
na profunda e obscura mente tentada a camuflar, e tremendamente prendo 
a minha mão esquerda ao corrimão lateral, agressiva e violentamente, pairando 
na minha cabeça uma sensação de Ai meu deus, se eu falecesse perdia isto tudo
uma coisa tão insignificante, veja-se a vaca da mente, um corrimão de escadas. Depois, 
senti um frio no pescoço, normal, de um onze de Janeiro de 2011 por volta das 18:30, fechei 
o casaco, e acelerei o passo a casa, não fosse eu me constipar, apanhar uma gripe, e aparentar 
certamente já condições propícias a uma saúde débil.