12/05/10

As palavras da preta

A Rita
(Pintura de Matisse, A Preta)

||Este texto é a continuação da história

E a Preta é um arco-íris a cinza||

Sou o Papel caído na secretária. Tu escreves sensações em mim.
Preta cor-de-rosa, porque vens vestida a jasmim.

Já soube que falas pouco, porque falas pouco não sei.
Preta na secretária, Boca que nunca beijei.
Bem sei. Sabido.
Pretinha sozinha
no canto canta a
mim um bocado.
Quem tem voz
tão linda, é
crime ficar
calado.

Cal há-de o/ meu coração ficar/ tão frio se não mais te ouvir.

Pretinha no canto contido, tão gasto na sala clara,
canta comigo um bocado, cantemos uma canção.
[Senão mesmo sem som, se tivermos sintonia]

You don't Know Me - Ben Folds feat Regina Spektor