25/07/10

Testemunhando

Vi o filme Efeito Borboleta, e concluí que, o final, até deverá fazer bastante sentido. Se há pessoas sem alma? Não sei. Se a alma, efectivamente, existe? Não faço a mínima ideia. O que é a alma? Não sei responder. Mas certos corpos não deveriam existir, pois provocam o caos, mesmo sem presumivelmente notarem. É o mínimo múltiplo comum. Nós não existimos. A vida é que nos faz. Por isso os remendos provocam cicatrizes.