09/08/10

Tu que afeiçoas o canídeo

Para: Ruiva que passeia o cão à noite

De: Otario Tevez


Cara Ruiva que passeias o cão à noite,

acho-te relativamente atraente. Porque não corres, cara ruiva que passeias o cão à noite? Será que sofres de algum problema preponderadamente mencionado como hérnia discal? Será que não possuis uma boa coxa para acções voluntariamente satisfatórias? Porque não respondes, cara ruiva que passeias o cão à noite? Será da chuva? Será do vento? Do vento não é certamente, e a chuva não bate assim... Ah, Bolas, sou eu... bem que estranhava esta repentina descontracção física.

Tantas questões, cara ruiva que passeias o cão à noite; já comeste fruta hoje? Diz que a banana faz mal ao cair do sol, mas quereis combinar, porventura, um encontro num qualquer estabelecimento público a uma hora previamente especificada? Eu tomo conta do canídeo e aproveito para te dar trela, se não me decidires rosnar. Fique sabendo que eu sou muito mais bonito por dentro, e o meu cabelo é forte e sedoso, podereis começar por m'apalpar por aí. O segredo é Pantene. PAN PAN PAN!!! Tene.

I-de à tua lida, cara ruiva
que passeias o cão à noite,

Otario Tevez