08/11/10

Otariamente Falando

Por vezes acho que estou talhado a ser o que não sou para fazer o que não faço. Pensamento anti-natura, obviamente que deveria estar cá nesta vida para ser aquilo que sou e fazer aquilo que é feito, partindo do princípio que actuo segundo os meus gostos e convicções. Estarei envolto numa série de trabalhos se, pois então, sonhar em ser o oposto de mim, que, seria, começar uma vida nova nesta vida e refazer-me. Comparativamente, ver a Julia Roberts a representar uma chefa de uma agência funerária ou o Adam Sandler a representar um homem de negócios de sucesso, obviamente que isso é totalmente descabido e surreal, e que ambos estes actores de tudo farão para cair na monotonia do ecrã actuando como simples e felizes jovens ao passar dos anos que se lhe enrugam as peles caídas e os colocam o rótulo de patetas.