21/07/11

Divagações 13: Afunda-me com tua vulva colossal

O que se passa é que não se passa nada. A minha vida anda tão morna que até tenho medo de me constipar. Pressinto que estarei para cometer uma excentricidade qualquer, agora qual ainda não sei mas presumo que seja estúpida.

 Se te vir à minha frente gaja, se te vir à minha frente... pesco-te o robalo com a minha cana tenho petisco prá tarde inteira. As dificuldades são como uma caixa de chocolates: se não acabares com elas, elas ficam todas pegajosas e não te largam. E tu és uma dificuldade toda XPTO. Deus fez a preta, mas antes já tinha criado os óculos escuros; portanto vê lá o que prometes que eu já não te estou a ver bem! Chegará o dia em que o meu Machu Picchu entrará no teu Himalais. 
Eu sou como o homem estátua: tenho ideias fixas.