Depois de ter tomado conhecimento de que um homem pode engravidar, da afirmação da orientação lésbica da apresentadora Solange F. e de que Cláudio Ramos sabe escrever, pouco mais ou nada me surpreende.

Encontro-me numa fase da minha vida em que me questiono:
--- Ó tu (que sou eu...)! Achas que este mundo poderá, eventualmente, ficar pior do que já está?

Ao qual respondo:
--- Epá... na verdade não faço a mínima ideia, mas penso ser impossível. Aliás, tu (que sou eu...) consegues imaginar este mundo em estado mais lastimável?

No final, chego a uma conclusão:
De nada adianta falar comigo mesmo.

Comentários

Bel disse…
Eu falo contigo
Olá sou a Bel

Já por certo ouviste falar em Sodoma e Gomorra.

Essa foi a parte I agora estamos em Sodoma e Gomorra parte II.

Obrigado pelo convite da 1ªvez que deixas-te no meu blog.

Se queres que te dida já nem me lembro delas. A Bel
Beijinhos
Eu questiono-me é se a minha normalidade faz de mim um anormal...

Ho, que lindos textos, que poético, que lindo!