09/01/10

Porque este vai ser um ano
cheio de fofura...

Momentos de Ternura I

Mãe (para o filho):
tens a cara a sangrar.
Andas-te a esgravatar...

Filho (para a mãe):
É de pensar em ti.








(silêncio)







(silêncio)








(si lên cio)









Filho (para a mãe):
O meu Amor transborda...



[momentos carinhosos]

OT

E estava a dar no outro dia uma Reportagem sobre Nanismo

E o meu pai assim:
'Epá, estas pessoas não têm estatura!'
E eu assim, para comigo:
'Epá, terem até têm. A chatice são os pequenos
problemas que enfrentam no dia a dia'

E depois ele:
'Ah e tal, eles são tão pequenos, escondem-se bem,
e se eu quiser namorar uma anã como é que faço?'
E eu depois:
'Oh, mas isso não é assim "quero namorar uma anã"!
Sei lá... metes nos classificados...'

E a verdade que há que há que respeitar os anões, porque, como diria o outro (Fernando Pessoa), '
eu sou do tamanho do que vejo. E não do tamanho da minha altura'.
E porque os anões têm uma página web e tudo, AQUI!
E até tem o seu próprio emplastro.
Um pequeno emplastro.

Otarice nº 36
O anão meteu-se com a hipotenusa
e o triângulo saiu isósceles.

(e epá... não me consegui conter...)