SmS's Gratuitos

Sabem lá by bANdARRA *

Sujeito - Olha, o manel estava a cuspir sangue assim
que lá cheguei, o joao da piedade estava todo cheio
daquelas coisas amarelas que voam e o andré pateta
estava a comer rissois de camarão e a insultar a mãe
do falecido antónio costa.

Otario - Han? Pá! N achas estúpido estares
a mandar isso? Ou foi engano?

Sujeito - Não foi engano.

Otario - Gostas mt de mim então, obg por te
lembrares, sinto-me comovido.

Sujeito - ahahah
Estava a pensar em coisas estúpidas e a
imaginar o discurso daquelas pessoas que sao
vitimas da impossibilidade de cura da parolice.

Otario - Ah e lembraste-te de mim.
Isso é querido.

Sujeito - Sim, claro.
És o meu fofinho.
Desenvolveria uma relação para
lá da amizade se também o quisesses.

Otario - Pá mas tens namorada.

Sujeito - Mas se tivesse o teu assentimento deixava de namorar com ela.

Otario - Pá eu considero-me hetero mas
estou aberto a novas experiências.

Sujeito - Não estou a gozar.

Otario - Ya mas eu não te acho sexualmente atraente.

Sujeito - Isso é porque nunca viste o meu instrumento sexual.
Tenho tido imenso sucesso.

Otario - Referes-te ao pénis?

Sujeito - Propriamente.

Otario - Dou muito valor à personalidade.

Sujeito - Mas não podes fazer sexo com a minha personalidade,
estamos a falar exclusivamente de uma possível
experiência sexual.

Otario - Ah! Não tinhas sido tão explícito.

Sujeito - Pois.

Otario - Exacto.

Sujeito - Estou a levar isto com seriedade...
Sou mesmo gay, só tenho uma namorada para esconder
a minha homossexualidade da minha família e amigos.

Otario - E não tens relações com ela?
Sacrificaste bué.

Sujeito - Epá...
Eu quero-te é a ti!
Va, é melhor parar, ja fui
longe demais, desculpa.

Otario - Fui comprar gelados para a família.
Não me feriste a sensibilidade.

Sujeito - Que querido, também compravas para mim?

Otario - Pa sim. Com o teu dinheiro.

Sujeito - Oh, mau
Pa, estava a gozar, julgo
teres percebido isso.

Otario - A serio? Pá foste muito convincente.

Sujeito - Estas a ser irónico, estas a falar a serio,
ou esta pergunta é estúpida?

Otario - Estava a expressar a minha
ironia para com a tua pessoa.

Sujeito - Pois, assim me pareceu.

Comentários

MM disse…
Ilariante!!!!!!
MM disse…
Mas toma cuidado... Olha que a brincar a brincar o macaco foi ao cu à mãe!!!
Otário disse…
ahah isso é um dito popular?
Otário disse…
graças a ti já
aprendi algo hoje!

só conhecia aquela
de meter a banana
no cu para se saber
se a mulher 'tá pranha.
Izzie disse…
esta conversa é mesmo tipica da amizade entre gajos. o meu namorado e o melhor amigo também têm deste tipo de conversas sem sentido. e insultam-se como se estivessem a chamar nomes queridos. tão fofinhos os homens
Katia disse…
uiiii tanto amor looool
bjs*
Luzinha disse…
Podeis seguir-me também em:
http://www.facebook.com/#!/pages/LUZINHA-Entre-o-papel-e-a-imaginacao/10150117616900607 if u want ;)~
Aмbзr Ѽ disse…
KKKK


q bom q seu humor nao mudou em tood esse tempo q estive longe dos blogs...

abraços.


http://terza-rima.blogspot.com/
Ana disse…
Olá , muito obrigada pelas tuas palavrinhas, obrigada mesmo.
São muito importantes.

Um beijinho e continua a seguir-me.
Ritinha disse…
OMG
Essas conversas são bem mais interessantes que as minhas. Às vezes não passam de: "Entao ta", "Ok", "Ta", "Ok", "Ok o q?", "Nada", "Entao ta bem", "Ok", "Ta", e por aí fora ...
Soraia Silva disse…
desculpa lá a minha ignorancia, mas onde é que vou exactamente ver as frases que colocaste?
Otário disse…
Depende da disposição
da pessoa. Há a salientar
que nesse dia estava muito
calor... muito possivelmente
teria uma conversa parva,
sendo com quem fosse...
Caia disse…
Os homens têm a capacidadede de fazer conversa, sem dizer nada! uauu
Otário disse…
é um talento masculino.
izzie disse…
[Eu falei às multidões?!... :O]

Oh pah... Deus ainda não me arranjou amigos desse... xD

Beijinho,
guida disse…
Bem... o que as sms grátis proporcionam ás pessoas!
Bartolomeu disse…
Lmebrando o grande poeta cantor:

"A pouco e pouco se constrói um grande amor de coisas tão pequenas e banais/.../ um modo de amar a dois /.../ não sei viver sem ti amor, não sei o que fazer! Faz-me favas com chouriço/.../ quando chego para jantar, quase não acredito."

José Cid

Hugz

Ho, que lindos textos, que poético, que lindo!