13/08/10

#46


Podemos ter as nossas desavenças,

Arrancar palavras desalmadas, mas

Rimo-nos e soltamos paciências,

Abraçamo-nos e emendamos faltas.

Bastam letras para criar frases

E frases para escrever canções,

Nós somos a noite e o dia:

Sementeamos melodias.


Mal nasceu uma Sexta negra,

Assim por ser número treze,

Eu continuo a ser, um filho que não se esquece.