16/10/10

O cheiro da chuva - Desafio Fábrica de Letras

Com a mão que deu ao menino,
faz adeus e vai embora, como gotas
de água baldia que ao sol se evaporam.

E o jovem a fica a mirar assim,
nua e crua, ao cheiro da chuva.
Enquanto ela vai embora e o deixa na lua
tapado pelas nuvens. Nublado.

Recordação resfriada de um
apetite de prato quente.

*