23/12/10

フェリズナタール (Feliz Natal Porra!)


Sabe, o caro leitor, que dispensa do seu precioso tempo natalício, a fim de se encontrar a par de novidades recentes neste recanto quando, bem poderia, neste preciso momento, estar comendo umas castanhas ou, porventura, quem sabe, bebendo um licor junto de uma lareira aquecida, nesta altura em que, provavelmente, goza de uns escassos dias em casa, por ser esta, então pois, uma altura propícia para tirar umas férias e estar ao lado da família, sabe, o caro leitor, que dispensa do seu precioso tempo natalício, o que pensa esta espécime rara, que sou eu, de Mariah Carey? E aí se resume todo o meu demais espírito natalício.


Porém, contudo, todavia, portanto, logo, pois, como, mas, e, embora, porque, entretanto, nem, quando, 
ora, que, porém, todavia, quer, contudo, seja, conforme, à medida que, apesar de, e a fim de que, Feliz Natal, exclusivamente para todos os ceguitos, com uma especial dedicatória aos pequenos ceguitos, coitaditos, que, para além de não conseguirem ler estas palavras de bom agrado meu, não podem ver toda a atenção que se lhes é dada neste período, às criancinhas em geral, não fosse este um período do ano dedicado aos pequerruchos fofinhos, consumismo e sal e gorduras em excesso, nosso Senhor Jesus Cristo amén, purpurinas e confettis, uma preocupação que me acompanha desde o início do meu mandato eu chamei a atenção dos políticos portugueses para as desigualdades sociais para a pobreza e para a exclusão 
e lancei o roteiro da inclusão social manham manham bolo rei.
* 
|imagem Centro Comercial Parque|