21/08/11

POKER ALHO

No curto espaço de tempo em que me ausentei, o blog ganhou entre quatro a cinco seguidores. Isto quer dizer que as pessoas gostam mais de mim quando eu não estou. O que não é, de todo, um facto inédito na minha vida. Recordo-me, aliás, e com clara nitidez, destes episódios. As pessoas costumam dizer que recordar é viver, e eu digo que as pessoas são estúpidas, fosse isso ser verdade e os doentes de Alzheimer estariam mortos. Otario 1 - Pessoas 0. Não se assustem, pois, seguidores, novos e velhos, com o que poderão encontrar aqui: se acaso vos falte ao respeito é só porque sim. Aliás, eu deveria agradecer-vos pela preferência, mas tanto que não me apetece que nem vou fazê-lo. Só para tomarem o gosto da minha singularidade. Eu sou bué'da bastante singular. Excepto quando estou com pessoas, aí, pronto, aí sou plural. Quando sonho sou muito plural. Minha irmã diz que ao ser humano só lhe é permitido sonhar com pessoas que viu ao longo da vida. Isto a ser verdade e eu começo a ganhar tendências suicidas. É desumano um humano sonhar com gajas que não se lembra ter visto em lado algum. E se é desumano ao humano e há humanos desumanos isso é deveras paradoxal para a minha cabeça. As abelhas não podem ser desabelhas, nem os ursos podem ser desursos, mas humanos podem ser desumanos, puff, isso é uma clara provocação aos animais irracionais.***