22/09/11

PUT A LIKE ON ME

Sinto que nunca aconteceu nada significativo na minha vida para me considerar um adulto. Também não me considero uma criança. Tenho consciência que o tempo passa por mim como passam as moscas pelo pão que os fregueses compram. Portanto, quando me começam a chamar de 'Senhor' não é muito do meu agrado. Próximo, o Senhor, Deixa passar o Senhor, O Senhor, que deseja? - ah e tal é um café sff. Eu não chamo as mulheres por 'senhora', nem os hermafroditas por... seja lá o que for, quer dizer, antes de senhor ou gajo ou imbecil, primeiramente considero-me uma pessoa. Porque raio não me atendem como pessoa ou como ser humano? É pedir muito, é? É PEDIR MUITO? Cala-te tu, eu grito com quem quiser... ***