31/08/12

Salsicha endiabrada

Não sei se me perco ou se me encontro, se me procuro. Tenho em mim inconstantes motivações de posse que, possessivamente, me controlam. Sou tão de mim como um pénis de um tranxsexual. Neste mundo sou um grão de areia menor que um pequeno negócio de uma banca de anões que servem cafés curtos. Só isso demonstra a insignificância do meu pensamento incerto. E se algum dia eu me sentir certo de uma qualquer ideia minha eu auto suicido-me para ficar com ela só para mim. E depois ainda me mato de desgosto por tê-lo feito.